domingo, 26 de julho de 2015

HERDADE (actualizado)


Ex-sua excelência não se esqueceu hoje de apontar o dedo ao responsável pela sua retirada de cena: José Prada, que desobedeceu às ordens para expulsar Albuquerque do PSD-M. O ex-presidente do Conselho de Jurisdição também espetou o indicador. (Grande momento do repórter GREGÓRIO CUNHA)


O HOMEM SEMPRE APARECEU


* Veja o Leitor se há diferenças em relação aos anos anteriores
* Nesta actualização, damos conta de que Jardim não está para aturar pinecos (disse-o em discussão com João Machado); falamos também da conversinha do ex-chefe com José Prada

Este ano
Este ano 
Ano mais atrás
O chapéu é o mesmo, porque não há muitos. A camisola ou é outra ou está mais desbotada. A euforia também esmoreceu um pouco. Quanto a coronéis em redor do barão dos barões, nem num caso nem noutro. E, corrijam-nos se estivermos enganados, ex-chefe está uns anos mais novo! Ou será que a objectiva de Gregório Cunha contém um elixir de juventude secreto?

Últimas informações

Como vemos na segunda fotografia que publicamos acima, Jardim teve uma conversinha com João Machado, o homem que dirige a Direcção de Finanças há uns bons anos. Não sabemos do teor da troca de ideias. Mas contam-nos que aquilo acabou em clima de tensão, com o antigo chefe das Angústias a dizer que estava tudo conversado e que não estava para aturar pinecos. 
João Machado parece que anda lá em cima a negar essa versão, mas quem nos falou estava a dois metros dos interlocutores.
Jardim também falou com José Prada, o ex-presidente do Conselho de Jurisdição que lhe desobedeceu nas ordens para expulsar Miguel Albuquerque, em plena campanha das eleições internas no PSD. E foi isso mesmo que Prada ouviu na Herdade: cabe-lhe a culpa de a Madeira ter um governo incompetente.
A esta hora, 5 e meia da tarde, Jardim continua lá por cima nas barraquinhas, copo a mim, copo a ti. Pelas vozes que nos enviam novidades de cima para baixo, a temperatura etílica vai alta e a euforia é geral. Oxalá que acabe tudo em bem lá para cima. 
Por experiência própria, sabemos como é nos arraiais. Mais uma para a estrada, mais uma por conta do vendeiro, há sempre um mais conflituoso que olha atravessado e a situação torna-se um caso sério. Assim, os que estão mais aliviados que tentem meter cada barão nos carros, para evitar chatices. Venham embora para baixo, que a boa pomada não acaba hoje.

19 comentários:

Anónimo disse...

•••já agora: quantos agentes K enviou o "Fénix" ?! Bastava um "colado" ao André e não haveria " pano para mangas" por contar ...

Aires Ventura disse...

Sr. Calisto, confesso-lhe que tive pena de Jardim. Um homem que sempre disse o piorio de Albuquerque, que continua a dizer o piorio do Presidente do Governo e seus colaboradores, que atacou Passos Coelho há 10 dias na TVI (o "rapazinho") e foi submisso para o Chão da Lagoa fazer figuras tristes? Foi para quê? Para não passar à história? Para que as pessoas não se esqueçam dele? Ou por oportunismo e caça ao voto em nome de uma pretensa candidatura presidencial que nunca vai passar de um sonho patético. Que triste figura anda o dr. Jardim a fazer. Ataca diz mal das pessoas e depois vai a correr para a serra para "lambê-los"?

Augusto Trindade Pereira disse...

Sr. Calisto, estou à espera que as bilhardeiras habituais do PSD e da "renovação" (insistem nesta patetice - as eleições já passaram à história) ou as fofoqueiras do jardinismo venham a este blog contar o que se passou nestas conversas irritadas de Jardim com Machado e Prada? O que é que eles lhes disse?

Eu, o Santo disse...

Penso que Jardim esteve melhor em ir do que Cunha e Silva e Manuel António ao não irem.

Anónimo disse...

Vejam a companhia , na primeira e segunda fotos os escroques do costume.

Anónimo disse...

A festa só animou com o AJJ, sem o AJJ aquilo não tem piada nenhuma. foi uma festa snob, com menos de metade do que costuma estar. Penso que esta férias com esta gente tem os dias contados.

Anónimo disse...

O Dr AJJ nao tem de passar a história ele e PSD e foi pretendente durante largos nao vejo o pçorque de nao ter ido a festa do PSD, ou estava so destinada a festa ao PM e Albuquerque, fez ele muito bem ir e atacar os cobardes , ao Dr-º Prada que disse e bem ele foi um desobediente ao AJJ, nao vejo em que ficou melhor com este atual presidente.

Anónimo disse...

Para quem dizia que a festa estava morta sem o AJJ, lá tiveram de engolir um sapo! 25.000 pessoas não é recorde, mas é mais que nas duas festas anteriores. E nem têm a desculpa que foram ver estrelas de música pimba, que este ano só deu Galáxia e Vânia Fernandes!

Anónimo disse...

Cunha e Silva foi, Manuel António nem à sombra pôs os pés!

Eu, O Santo disse...

Errata:
Penso que Jardim esteve melhor em ir do que Manuel António ao não ir

Anónimo disse...

E o Brito cubano não apareceu? Pudera, o cubano tem mais medo do AJJ do que os guarda-redes que apanhavam o Petita a rematar à baliza.

Anónimo disse...

Mas o Manuel António fez bem em não ir. Aquela cholérada aristocrata do Albuquerque ....tem os dias contados.

Anónimo disse...

Jardim levou um táxi com ele. Tristeza . Nem o Manuel António ou o Cunha estiveram com ele. Nem o JRamos. Só o abre portas estava lá com o Machadunho. Começaram a imitar a corrida às barracas, mas ninguém aderia....

Anónimo disse...

Comentador das 13,54 o Brito não se mistura com a canalha , estava no chá com os amigos do Clif Bay

Anónimo disse...

Ao tempo que não via o coelhone junto ao padrinho AJJ e ao mordomo. Mas que trio odemira ;)

Anónimo disse...

Vamos albertinho parte com esta merda...tu tens força. Vamos em frente.

Anónimo disse...

Comentador das 20.32
Naquela zona talvez seja mais caviar que chá.

Anónimo disse...

O Brito estáva lá, sim senhor, eu proprio falei com ele. Por isso nao podem acusar. O Eduardo é que não foi. Disse que era independente e por isso nao ia.

Anónimo disse...

Estava lá sim senhor !!! disfarçado de mosca.