sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Política


PND em extinção: deputados municipais também passam a independentes

Os deputados municipais do PND no Funchal já tratam de passar a independentes do grupo a que pertenciam. Os serviços da Assembleia Municipal, ao que sabemos, já receberam informação nesse sentido pelo menos de Donato Macedo. Presume-se que os outros dois seguirão o mesmo caminho, já que o PND, com ordem de extinção por não apresentar contas, desaparece de cena.
Dionísio Andrade já tinha deixado o lugar de deputado na Assembleia Legislativa ganho pela Nova Democracia. Assento que passará a ser ocupado a título individual, dada a extinção do PND. Baltasar Aguiar e Gil Canha poderão, à vez, entrar na Assembleia, já que se demitiram do partido e não cairão com ele.

5 comentários:

Anónimo disse...

O sr. Calisto está mal informado, o deputado independente não pode ser substituído nunca mais. O dr. Baltasar desvinculou-se para manter o seu lugar de deputado municipal.

Anónimo disse...

Vergonhoso! O partido que reclama de ilegalidade e andou a esconder as suas contas estes anos? Mesmo com aviso desta possibilidade nada fizeram para ultrapassar esta situação! E agora as mesmas pessoas aparecem como independentes como se nada fosse...

Anónimo disse...

Espero que o sr. Donato tenha a dignidade de assumir o seu lugar na bancada PSD, onde sempre devia ter estado em vez de se fingir da oposição . João Cardoso .

Anónimo disse...

O PND é como Coimbra: tem mais encanto na hora da despedida. Buah....

Anónimo disse...

Bem feito bem feito e ainda mais bem feito! Andaram a acreditar num bando de arruaceiros, uns mais do povo outros mais refinados, mas todos da mesma categoria. Comecem no Coelho ( ele já por lá andou), passando pelo menino Welsh ( uma das maiores fortunas de Portugal ) e a acabar no Cavaleiro Andante Gil Canha, e digam se isto podia ter outro desfecho? O tempo e a realidade está a se encarregar de por fim a estas aventuras e voltarmos todos à normalidade e a um sistema organizado.