segunda-feira, 22 de maio de 2017


60 Anos após Apalachin



Gil Canha

Há cerca de 60 anos que a máfia não se reunia numa grande conferência. A última grande reunião foi realizada a 14 de Novembro de 1957, na pequena cidade de Apalachin, no Estado de New York. Depois dessa data memorável, o sindicato do crime resolveu reunir-se novamente este mês, imagine-se, escolhendo para o efeito uma pequena vila piscatória na República da Mamadeira.


Felizmente, esta última reunião da Máfia no Bom Sentido correu muito bem, pois não apareceram polícias para deter nem identificar os mafiosos presentes, como infelizmente aconteceu em Apalachin, quando a polícia cercou e deteve de rompante cerca de sessenta Chefes das mais poderosas famílias mafiosas da altura, numa grande propriedade pertencente a Joe, The Barber. Segundo relatos da época, os luxuosos automóveis, maioritariamente Cadillacs, com chapas de matrículas de diferentes Estados, rodando numa zona rural do Estado, quase na fronteira com a Pensilvânia, chamaram a atenção das autoridades, que cercaram o local do convénio e caçaram vários mafiosos, alguns deles apanhados nos campos e nos bosques das cercanias, com os seus caríssimos fatos e sapatos último modelo completamente arruinados.   
Pelo contrário, a recente reunião na vila piscatória da Mamadeira foi muito mais discreta, estando presentes alguns mortos-vivos, como os famosos Capi di tutti capi, Alberto Anastasia e Joe Bonanno, e os underboss, Manny Anthony “The Gov” Coreia e Guilhermo “Sam Selva” Gincana (o famoso capo Meyer Lansky, com interesses em casinos e unidades hoteleiras em Havana, Cuba, e Avellini Frank Agrelli, da família Bonanno, também ele dono de hotéis na Mamadeira, estranhamente não participaram na reunião).
Entre muitas figuras da hierarquia da máfia, compareceram soldato di famiglia, como Joseph “Mijinhas” Piranha; vários Capos de regime, liderados por Carlo Perey Maritime, alguns Consigliere, e muitos Chefes de famiglia, como Dionesie “Carlotoni” Persiana, os irmãos Louis e Bill Jones Ferry Lobi Sosierie e Tony Inspetori Henriqueta.
Entrevistado por um Diário da Mamadeira, o fantasma de Lucky Luciano elogiou a reunião, principalmente o discurso de apresentação proferido por Guilhermo “Sam Selva” Gincana. Mas os melhores elogios, foram para Albert Anastasia, que na apresentação do seu Relatório e Contas da Máfia no Bom Sentido levaram a sala ao rubro, com o zombie de Don Vito Genovese a bater palmas de pé e proferindo alguns termos sicilianos inaudíveis, e felicitando Albert Anastasia pela brilhante ideia de dar o nome de escolas a ex soldatos da Cosa nostra, o que provocou efusivas palmas dos espectros fantasmagóricos de Al Capone e de Gaetano Lucchese, vindos propositadamente do inferno para assistirem a este importante meeting.
Também, houve testemunhas que garantiram que o famoso Padrinho Carmine Galante chorou na apresentação do Relatório de Albert Anastasia, ao ponto de referir que se “o Relatório fosse apresentado nos anos 70, possivelmente ele não teria sido assassinado no Brooklyn, em New York, e a Máfia seria hoje uma força planetária dirigida por um Povo Superior”.

28 comentários:

Anónimo disse...

O Albert Anastasia ainda vai processar o Gilinho por esta história. Lol

Anónimo disse...

Fantástico "Relatório de Combate"! Esta crónica deverá ser lida ao som de: https://www.youtube.com/watch?v=HWqKPWO5T4o

Anónimo disse...

Pedro Ramos visita Açores a 25 e 26 maio e leva Herberto Jesus, Tomásia Alves e Miguel Pestana.
Mas ninguém se enxerga????? Vão lá fazer workshops de gestão???
RIP Saúde

Anónimo disse...

Boa Gil, foi mesmo isso a apresentação do Relatório de Combate à Democracia. Uma reunião da máfia no bom sentido.
Lá estava também Luigi Camachini, que aguarda decisão do grande júri, a ver se entra ou não em Sing-Sing.

Anónimo disse...

Muito bom, hilariante!

Anónimo disse...

Esta máfia já quase desapareceu, agora a Cosa Nostra é liderada pela Miss Campanário, também apelidada por Miss Careca Fica na Cita.

Anónimo disse...

A minha mãe que adora as cronicas do sr. Canha já está a rir. Obrigado. Vamos votar em si!

Anónimo disse...

Está de morte esta historia da apresentação do livro do Alberto Anastasia. De facto estavam lá todos... hi,hi,

Anónimo disse...

A convivência, em tempos, do gilinho com o deputado coelho deixou danos irreversíveis. Inclusive no deficit de criatividade e sentido de oportunidade dos textos produzidos. A ironia cede perante a catarse onanista de alguém que degenera e deixa progressivamente de ter piada.

Anónimo disse...

Ao contrário do das 18.06, eu acho imensa piada aos artigos humorísticos do Gil Canha, até porque reflete com humor a realidade bacoca.

Anónimo disse...

O anónimo das 18:06 tem de usar óculos ou então é do grupo que andou em C. Lobos com o Albertiti. Um texto do Canha com humor arrasa 1000 textos do JM

Anónimo disse...

Vi na televisão este encontro e só lá estavam mafiosos, uns até andavam escondidos por detrás dos pilares para não serem vistos ali.

Anónimo disse...

Ao contrário do que foi dito acima, esta máfia está a salivar por uma hecatombe renovadinha nas autárquicas para retomar os "bons velhos tempos".
E depois temos estas preciosidades: no Funchal votar Cafofo, Rib Brava no Nascimento e na Ponta do Sol dispersar votos na oposição.

Anónimo disse...

Jardim já comentou o artigo, o homem não consegue estar parado pois a natureza é mais forte que ele...

Anónimo disse...

É a crônica de um despeitado nada mais desesperado por atenção

Anónimo disse...

Mais uma viagem de comes e bebes sem utilidade nenhuma nem com os Açores aprendem andam viajando reunindo reunindo e resultados? Zero um fracasso total esta renovação da saúde mesmo c o ramos que de bom médico passou a mau político c o vírus renovadinho da vaidade

Anónimo disse...

Ainda bem que existiu esta "máfia no bom sentido", teria sido lindo se fossemos governados por este escriba e seus "mafiosos" comparsas...

Anónimo disse...

Bem que o psd ressabiado das 23.33 malha devagarinho e com jeito no secretário da saúde. São ordens do chefe, já que Pedro Ramos era um dos grandes convivas de Cardoso Jardim naquela ridícula "universidade de verão" do bar do Henrique.
Passou para os renovadinhos, tal como o causídico Guilherme (e como tantos outros), mas Cardoso Jardim acha que foi por empréstimo, até o dia do regresso de D. Sebastião numa manhã de nevoeiro.

Anónimo disse...

A velha máfia no Bom Sentido passou-se toda para o Edifico da Câmara do Funchal. Encontraram um bom abrigo!

Anónimo disse...

E agora onde o PeiPeidi vai fazer a sua festa anual que a Herdade no Poiso já foi arrendada?

Anónimo disse...

Daqui a pouco está o contra-ataque no blogue dos renovadinhos. Seria bonito ver a máfia no bom sentido de Jardim contra a mafia no mau sentido de Cafofo. A do Cafofo ganha de longe... pois rejuvenesceram

Anónimo disse...

Qual é o blogue dos renovadinhos ?

Anónimo disse...

A Mafia do Cafofo está toda metida na Frente Mar. Aquilo já parece a Sicília.

Anónimo disse...

Em Outubro todos juntos a votar Cafofo para em Dezembro haver Congresso Extraordinário, expulsar estes renovadinhos e esta direção JSD da Air Alves e nomear Manuel António como novo líder.

Anónimo disse...

Então ressabiado das 12.43, já chegaram a acordo ? Sempre é Manuel António ? E já falaram com ele ?
Mas podes sempre votar nos cafofianos, como o teu chefe anda apelando.

Anónimo disse...

Vão votar Cafofo que é o diabo, para tirar o Diabo Albuquerque, e depois aturarem novamente o Diabo careca. Só mesmo na cabeça dos jardinistas mofentos.

Anónimo disse...

Vem Manuel António e mostra o Cartão Vermelho a estes renovadinhos e como prenda dá-lhes uns patins para irem para a Nova Ciclovia.
Já arranjaram Parques de Estacionamento para as bicicletas ou deram de Exploração aos Irmãos Henriques?

Anónimo disse...

Não. Como é da câmara vão dar à Frente Mar.