terça-feira, 23 de maio de 2017

Autárquicas 2017


“O FUNCHAL MERECE”




Rui Barreto explica a moradores da Nazaré
que “o voto é a voz livre do povo”


O candidato do CDS-PP à Câmara do Funchal exortou os moradores do Bairro da Nazaré a terem uma atitude de consciência quanto ao peso que representa o voto de cada um de nós, sublinhando que “o voto é a voz do povo, o gesto mais nobre e livre de todos os momentos”.

Convidado da instituição particular de solidariedade social “Olho-te” – Associação Artística de Solidariedade Social” – para uma palestra sobre a “importância do Voto”, Rui Barreto lembrou que o direito de votar é uma conquista que precisa de ser preservada, que as mulheres estavam impedidas de o fazer (a primeira mulher a votar em Portugal foi em 1911 para a Assembleia Constituinte) e os homens apenas os “chefes de família”, com mais de 24 anos de idade, e que sabiam ler e escrever tinha esse direito, o que à época, início do século XX, representava uma pequena minoria da população.
O candidato, utilizando uma linguagem simples, esclareceu as vantagens de ir votar, destacando: praticar um acto cívico que foi conquista de várias gerações; não correr o risco de que outros decidam por nós; evitar o risco de ganhar quem não queremos e desta maneira poder colocar a democracia em perigo ao dar força ao populismo e ao extremismo; conhecer os candidatos, o seu percurso profissional, o que pensam para assim votar em consciência.
Desta maneira, avaliando as propostas e a postura dos candidatos, Rui Barreto acredita que os eleitores ficam munidos de ferramentas para que o seu voto seja consciente e com isso obrigar os eleitos a cumprir as promessas e a fazer o seu trabalho, obtendo aquilo que o candidato do CDS-PP à CMF mais deseja, que é aproximar eleitos dos eleitores, trazer seriedade e rigor à política.
“Muitos eleitores acham que o voto muda a vida dos políticos quando com o seu voto deveriam exigir aos políticos que mudassem a vida de todos para melhor”, disse Rui Barreto, desconstruindo a ideia de que os políticos estão acima dos eleitores. “Nada disso, eu sou um igual a vocês, tenho filhos, pago impostos, adoeço, pago contas, aflige-me a pobreza e o desemprego, por isso estou aqui para ajudar a mudar este estado de coisas, para fazer o melhor pela minha rua, pelo meu bairro, pela minha terra.”

A IPSS “Olho-te” tem sede no Bairro da Nazaré. A conferência contou com uma notável presença de moradores. Rui Barreto fez-se acompanhar da mandatária, a jornalista Daniela Maria, do candidato à Junta de Freguesia de São Martinho, Filipe Spínola, e de outros candidatos.

Texto e fotos: PP 

20 comentários:

Anónimo disse...

É por isso que estas instituições de “solidariedade” caem no descrédito total. Juntam-se a estes políticos-demagogos e perdem toda a credibilidade!!!

Raghnar disse...

Até nutro simpatia pessoal por um dos candidatos, mas não posso deixar de reforçar a ironia do candidato de um partido que promete, sem se rir, a construção de 20 estações de metro no capital, criticar os "populismos".

Dr. Rui Barreto, quem não gosta de "populismos" não é militante de um partido populista...

Anónimo disse...

“o voto é a voz livre do povo”
... um bom tema para uma homilía

Anónimo disse...

É caso para dizer: povo enganado. Alguma vez o CDS está do lado do "povo"?

Anónimo disse...

Os Renovadinhos querem uma Ciclovia e veem de bicicletas, estes como veem de submarinos devem querer mais um Cais 8.

Anónimo disse...

Este sim, vai ser o partido que vou votar e que aconselhava os Madeirenses a fazerem o mesmo.
A Lider deste partido Assunção Cristas promete construir 30 novas estações de Metro em Lisboa e vai acrescentar mais UMA aqui na Madeira. Isto sim qual ciclovia, qual carapuça.
Agora vamos ter na Madeira, Metro de Superficie e Air Alves.

Anónimo disse...

rui barreto com quase toda a certeza vai coligar-se com a engenheira rubina e a unica forma de derrubarem o cafofo que vai todo lançado na corrida 5oo metris a frente da linha de partida.

Anónimo disse...

E um Metro pro Funchal.
Podia começar na Zona de São Tiago e acabar algures perto da Rotunda Sá Carneiro com uns dois apeadeiros pelo meio.
Já são 4 estações. Será que a Assunção Cristas aprova? Ela sabe disto...

Anónimo disse...

Boa, assim eu voto e faço campanha por estes.
Grandes visionistas.

Anónimo disse...

Eu cá prefiro um teleférico entre a rotunda do enforcado e a zona velha.
Aí já não era necessária a central de camionagem porque o pessoal apanhava o teleférico até à paragem para tomar o horário.

Anónimo disse...

Funchal merece é um melhor candidato que este hahah

Anónimo disse...

Um melhor candidato dos atuais

Anónimo disse...

Este é sem sombra nenhuma o melhor e o mais capaz de todos os candidatos.

Anónimo disse...

O Funchal merece, merece sim Senhor!
Um melhor candidato do quer este BARRETO.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 9,16h
Entre a Rotunda do Enforcado e a Zona Velha já está previsto uma CICLOVIA que é a coisa mais urgente e necessitada para o Funchal.
Primeira medida da candidata dos renovadinhos
Já existe orçamento para a mesma.

Anónimo disse...

A Central de Camionagem ainda não foi construída porque o Governo Central não quer comparticipar para este estacionamento de autocarros.
Mas isto é e faz parte da Continuidade Territorial..

Anónimo disse...

Claro que sim. Seria continuidade territorial para autocarros entre Madeira, Porto Santo, Desertas e Selvagens.
O Lobo Marinho carregava o autocarro que vinha da central de camionagem e, a caminho do Porto Santo passava pelas Desertas. Às Selvagens bastava ir uma vez por mês.
Claro que seria necessário construir portos naquelas ilhas, e estradas, mas isso é pormenor de somenos.
E como a candidata renovadinha quer uma ciclovia entre a Praia Formosa e a zona velha, devem os cafofianos propor o teleférico no mesmo trajecto.

Anónimo disse...

Eu quero é uma Bicicleta, será que a Rubina LEAL me dá???

Anónimo disse...

Boa das 17.01,

Já somos dois. Eu até prefiro que a Rubina em vez de construir a ciclovia, ofereça uma bicicleta aos funchalenses que sabem pedalar.
Aí a malta anda de bicicleta onde calhar.
Para aqueles que querem andar mais seguro, vão para aquele bocado de cota 500 que o outro senhor deixou de herança.

Anónimo disse...

Acho errado uma IPSS, vulgo, Associação fazer estas coisas de políticas. O careca do Olhote deve estar feliz com o destaque.