quarta-feira, 17 de maio de 2017

Parlamento



BE recorda críticas do PSD à GNR
aquando do processo "Cuba Livre"





Na discussão de um voto de louvor ao trabalho do Comando territorial da Madeira da GNR, Roberto Almada recordou, esta manhã no Parlamento, as reacções de altos dirigentes do PSD Madeira contra a GNR, aquando da "Operação Cuba Livre", dirigida por esta força militarizada.

Roberto Almada recordou que, em 2013, o então Deputado Tranquada Gomes, atual Presidente da Assembleia Legislativa da Região, afirmou que a atuação da GNR, no âmbito do Processo de ocultação da dívida da Madeira, denominado "Cuba Livre", "prejudicou a imagem da Região e do país e contribuiu para um desrespeito desnecessário da Região e do país". O parlamentar bloquista, dirigindo-se à bancada do PSD, afirmou que "o que prejudicou a Madeira foi a ocultação da dívida e o que desrespeitou a Região, não foi a GNR, mas foram aqueles que também neste Parlamento deram cobertura total a uma atitude governamental de ocultar, esconder e mascarar dívida", comportamento esse que penalizou milhares de madeirenses e portossantenses".
Texto: BE

2 comentários:

Anónimo disse...

O Almada nesta, esteve bem.
Uma bela ferroada.
O cafofiano Victor Freitas deve-se ter roído de inveja por não se lembrar disto antes do blocoguido.

Anónimo disse...

Oh Sr Almada, então não vai avançar com processo sobre alteração do caderno de encargos da ligação marítima com o Porto santo?
É só conversa?
Estamos à espera.
Não haver barco em Janeiro?
Os Portosantenses davam-lhe o voto todo...Pode crer