sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Má notícia


Chega-nos uma informação dando conta de um atropelamento grave no Porto Santo, na estrada para a Calheta. Segundo corre neste momento, o acidente foi mortal.

8 comentários:

Anónimo disse...

Verdade Acidente Mortal em Porto Santo.
Quem informou tinha obrigação de localizar, porque a Estrada da Calheta tem vários Quilómetros.
A acidentada é madeirense e quem causou o acidente é portosantense.
Vida negra para os familiares dos intervenientes.
Vamos lá saber quem foi o culpado.

Luís Calisto disse...

Sim, está confirmado. É das notícias que não gostamos de dar. Sabemos que a estrada é extensa, porém guardámos o 'onde' da notícia para depois dos pormenores. Foi na zona do ex-super Zarco/Girassol.
Obrigado pelas suas informações complementares.
Não se sabe de culpados ou se foi o caso, mas o facto é que naquela estrada há propensão para acelerar, faltando umas lombas (que há noutros locais) e outros 'obstáculos' que desestimulem a velocidade.

Anónimo disse...

Lombas já as há mas mesmo assim não deixam de acelerar...
O que anda a rondar por cá foi que a senhora atravessou a estrada do nada e o condutor não teve tempo de travar. O facto da vítima ser madeirense e o condutor ser porto-santense nada vem ao caso porque não andamos aqui a tentar matar quem nos visita. A verdade é que é costume as pessoas atravessarem as estradas, mesmo nas passadeiras, sem sequer olhar para os dois lados e saber se é seguro passar. Sim, os condutores têm de parar na passadeira mas os peões têm de parar e olhar antes de atravessar. Os condutores não adivinham quando é que os peões querem atravessar a estrada.
Lamento a morte da senhora...

Margarida disse...

Sr, Calisto: muito recentemente no mês de julho colocaram-se várias lombas nas estradas do Porto Santo: uma à frente da igreja do Espírito Santo ( perto do local do acidente), outra junto ao centro de saúde, outra à frente da escola de Nossa Senhora da Conceição e outra na passadeira frente ao cais...

Luís Calisto disse...

Só me tinham falado nas lombas em "outros locais". Essa no Espírito Santo é fundamental. Os acidentes acontecem em qualquer circunstância, mas menos quando há providências adequadas, como essa. Ainda bem. Obrigado pela informação.
Lamentamos profundamente a tragédia desta manhã nessa boa terra.

Luís Calisto disse...

14.08
É verdade. Todos temos de colaborar com os outros e connosco próprios, com mais atenção tanto quando andamos a pé como quando conduzimos.

Anónimo disse...

Por mim havia lombas por toda a ilha e sinalização nas passadeiras para alertar os peões a parar e olhar antes de atravessar. Toda a ilha é uma pista de corridas. As motas é melhor nem falar. Andam a todo o gás mesmo dentro da cidade e ninguém multa, ninguém diz nada. Nada acontece até o dia que acontece de verdade. É uma vergonha o trânsito no Porto Santo. Nesta altura ainda piora! Carros, motas e bicicletas estacionados nos passeios, passadeiras, stops e curvas. Ultrapassagens perigosas e até acontecem em cima das passadeiras. Carros a alta velocidade como se o Porto Santo tivesse a dimensão da Madeira e demorássemos tanto tempo a chegar seja onde for (esta é para os senhores taxistas que para vós não há sinais de trânsito nem regras na estrada). E mais... Todos os dias é uma batalhas nestas estradas e as culpas são de ambos, condutores e peões. O que me custa é que quem vem cá passar férias esquece as regras de trânsito e de boa educação. Não vieram cá descobrir o Porto Santo novamente! Não somos assim tão burros como os pintam! Somos um povo como outro qualquer. Se um portossantense for passar férias à Madeira e estacionar mal, não deixa de levar multa porque está de férias, como acontece aqui! Aqui é a loucura total. E em relação às discotecas no meio de casas a fazer barulho até às tantas da manhã e a poluir a praia e a nogência que deixam nos baldes do lixo quando fazem a limpeza às suas casas de férias... Bem, isso nem vale a pena comentar porque é mesmo uma tristeza. Parece que o Porto Santo é um sítio onde não há respeito nem civismo por ninguém. Lamentavelmente também acontecem acidentes no Porto Santo e infelizmente este foi mais um caso. Lamento a perda sendo a culpa de quem for

Anónimo disse...

isto de atropelamentos nem sempre é o condutor o culpado , varias vezes é distração ou imprudência dos peões , mas no fim que fica mal é o que atropelou que mesmo não tendo culpa, haverá alguém sempre acusar de estar bêbado ou ia correr .